Gigante chinesa faz acordo
Unidade da PetroChina faz parceria com empresas brasileiras para setor de petróleo

Unidade da PetroChina especializada na fabricação de equipamentos da atividade petrolífera, a Baoji Oilfield Machinery (Bomco) uniu-se em uma joint venture às empresas brasileiras Brasil China Petróleo (BRCP) e Asperbras, para o fornecimento de maquinário destinado às perfurações oceânica (offshore) e terrestre (onshore).

A nova empresa, batizada de Bomcobras Negócios e Equipamentos para Petróleo e Gás, entrará em operação em outubro, no município baiano de Simões Filho, na Grande Salvador.

A composição da joint venture será de 34% para a PetroChina e de 33% para cada uma das companhias brasileiras coligadas. O capital inicial a ser integralizado somará US$ 15 milhões: US$ 5,1 milhões da Bomco, US$$ 4,95 milhões da Asperbras e US$$ 4,95 milhões da BRCP.

Conforme comunicado divulgado ontem, essa é a primeira aliança para o fornecimento de equipamentos da atividade do petróleo firmado por ela com empresas brasileiras.

Maior companhia petrolífera da China, a PetroChina é subsidiária da China National Petroleum Corporation (CNPC), uma das três grandes petrolíferas semiestatais chinesas.

(Gazeta)

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PetroChina produzirá equipamento de petróleo no Brasil

A Baoji Oilfield Machinery (BOMCO), uma unidade da estatal chinesa, estabelecerá uma joint venture na Bahia com a BRCP e a Asperbras para fornecer maquinário de perfuração

A Baoji Oilfield Machinery (BOMCO), uma unidade da PetroChina, estabelecerá uma joint venture na Bahia com duas empresas brasileiras para fornecer equipamentos para perfuração de petróleo, afirmou a PetroChina, em comunicado.

A BOMCO assinou um acordo no sábado com a BRCP e a Asperbras para a criação da parceria, que deverá iniciar operações em outubro. A PetroChina terá uma fatia de 34% na empresa, enquanto as empresas brasileiras ficarão com 33%, cada uma.

Segundo a PetroChina, o acordo é o primeiro desse tipo entre uma companhia de petróleo chinesa e empresas brasileiras no setor de fabricação de equipamentos de petróleo.

(Com Agência Estado)
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Companhia chinesa BOMCO junta-se a firmas brasileiras para actuar na área dos petróleos

Pequim, China, 19 Jul – A Baoji Oilfield Machinery Co Ltd (BOMCO), fornecedora de equipamento petrolífero e subsidiária da China National Petroleum Corp (CNPC), estabeleceu uma parceria com as empresas brasileiras Brasil China Petróleo (BRCP) e Asperbras para o fabrico de equipamento ligado ao sector petrolífero.

A empresa chinesa ficará com 34% do capital enquanto as empresas brasileiras assumem cada uma deles 33%.

Li Xinhua, dirigente da CNPC disse que a parceria é a primeira do género entre empresas do Brasil e da China no sector de fabrico de material ligado ao sector dos petróleos, nomeadamente para plataformas de prospecção em águas profundas.

A produção terá o seu centro em Salvador, no Estado da Bahia, devendo começar a fornecer material em Outubro.

A CNPC assinou em 2009 um memorando de entendimento com a Petrobras para estudar projectos de produção de metanol no Brasil e a sua exportação para a China.

(Macauhub)

Created by Vulcano Ad